Health

4 tipos de condicionamento físico e como desenvolvê-los

0

Como é esperado, todos nós sabemos sobre a importância de fazer exercícios físicos constantemente. Isso porque essa rotina produz melhorias, não somente estéticas, como também traz um condicionamento físico para o praticante. Ademais, especialistas recomendam ao menos uma caminhada por dia. Como resultado, isso aumenta a produção de endorfinas, diminui a tensão muscular e abaixa o hormônio do estresse.

Como o condicionamento físico está ligado à prática de exercícios, o que se define como exercícios são qualquer atividade que exija um esforço maior do corpo do que o resto das atividades normais.

Em suma, o exercício em si não precisa de contadores de frequência cardíaca, ciência, roupas e aparelhos superpoderosos. Até porque, ele nada mais é do que movimentar o corpo para se ter uma boa saúde. Claro que alguns exercícios são melhores do que outros e, dependendo do movimento que se fizer, o efeito no corpo será de uma outra forma.

Nesse sentido, sobre a prática de exercícios, existem os quatro tipos de condicionamento físico. São eles:  resistência, força, flexibilidade e equilíbrio. Mostramos, aqui, como desenvolver esses quatro tipos de condicionamento físico.

1 – Resistência

https://esbrasil.com.br/entenda-as-diferencas-entre-a-caminhada-e-a-corrida/

Os exercícios de resistência são os melhores para se defender das doenças crônicas. Esse tipo de exercício é o que desafia grupos grandes de músculo. Como por exemplo, os dos braços, pernas e ombros. Alguns exemplos óbvios de exercícios de resistência são caminhar e andar de bicicleta. No entanto, atividades do dia-a-dia, como passar o aspirador, varrer a casa ou passar pano no chão também contam como esse tipo de exercício.

Esse tipo de exercício não fortalece somente os grupos musculares, mas também o coração, pulmões e o sistema circulatório. Justamente por isso que eles são chamados de aeróbicos.

Para criar esse condicionamento físico de resistência é preciso apenas fazer o exercício favorito com a maior intensidade e pelo tempo que se sentir confortável. Uma vez que fizer isso diariamente, com o passar do tempo conseguirá fazê-lo por mais tempo.

2 – Força

https://clinicaconstantino.com.br/5-mitos-sobre-musculacao/

Os exercícios de força exigem um pouco de cuidado na hora de fazê-los. Eles aumentam a potência do músculo específico por meio de um desafio de resistência. Ele pode ser feito com pesos, faixas elásticas ou até com o próprio corpo. Geralmente, os exercícios de força são feitos levantando e abaixando pesos para determinado músculo ou grupos de músculos.

Engana-se quem pensa que esse tipo de exercício é ótimo apenas para os jovens. Os exercícios de força são ótimos para prevenir a fragilidade e as deficiências relacionadas ao envelhecimento. Isso porque, sem a força muscular, a capacidade de andar, sentar-se, ficar de pé e se abaixar fica menor

Além disso, esse tipo de exercício também diminui o risco e os sintomas de osteoporose, doenças cardíacas, artrite e diabetes tipo 2. Eles também ajudam na melhora do sono e diminuem o risco de depressão.

Esse tipo de condicionamento físico é criado com as repetições de séries. Elas nada mais são do que levantar e voltar o peso para a posição inicial. Com o passar do tempo, os exercícios tendem a ficar mais fáceis. Quando isso acontecer, está na hora de aumentar o peso. Assim, o condicionamento estará sendo sempre trabalhado.

3 – Flexibilidade

https://ciaathletica.com.br/blog/bem-estar/alongamento/

Muita gente pode até estranhar, mas os alongamentos simples ajudam com o condicionamento físico. Os dois primeiros tipos de condicionamento se concentram na capacidade dos grupos musculares maiores. Enquanto a flexibilidade tem a ver com as articulações.

O que se entende por flexibilidade é a gama de movimentos que o corpo consegue fazer. Conforme a pessoa fica com mais idade, a amplitude desses movimentos vai diminuindo.

Por isso que o objetivo dos exercícios de flexibilidade é manter essa amplitude mais alta possível. Esse ponto é importante porque sem ele a pessoa começa a restringir suas atividades.

Os exercícios de alongamento funcionam como uma “lavagem”, com nutrientes e sangue, nas partes mais importantes das articulações. Como os ossos, tendões, ligamentos e substâncias parecidas com almofadas que ficam entre essas partes.

O recomendável é fazer esses exercícios, pelo menos, duas vezes por semana.

4 – Equilíbrio

https://www.vittude.com/blog/yoga-saude-mental/

O equilíbrio fica cada vez mais importante à medida que as pessoas envelhecem. Até porque, tendo um bom equilíbrio as quedas são evitadas. Existem dois tipos de equilíbrio: o estático e o dinâmico. O primeiro é a capacidade de manter o equilíbrio sem se mexer. Já o segundo é a capacidade de manter o equilíbrio durante os movimentos.

Com isso, a melhor coisa para um bom condicionamento físico é a vida cotidiana. Ele deve ser visto como um estilo de vida e não uma tarefa que se possa fazer uma hora por dia e ficar o restante do tempo “desligado”.

Cada tarefa feita no dia-a-dia é uma oportunidade de se movimentar de alguma maneira que beneficie à saúde. Seguir esse estilo de vida traz inúmeros benefícios. Ilustração desses benefícios é a maior quantidade de energia, a maior queima de calorias, o fortalecimento dos músculos, a criação de resistência, a melhora do humor e uma melhor noite de sono.

Fonte: MSN

Imagens: ES Brasil, Clinica Constantino, Cia Athletica, Virtude,

Os personagens mais fofos do Japão

Matéria anterior

Os fatos mais impressionantes de “Chaves”

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos