• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 animais que são essenciais para a vida humana

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      11/03/19 às 18h39

Todos os seres que habitam a Terra fazem parte do círculo da vida. Todos estamos conectados de uma forma tão poderosa que, muitas vezes, a existência e a sobrevivência de uma espécie depende exclusivamente da existência de outras.

Apesar de muitas vezes isso não ser tão evidente para os humanos, a extinção ou a redução da população de um organismo, por exemplo, pode afetar drasticamente todo um ecossistema. A ação do homem, como o desmatamento e a poluição, tem feito cada vez mais vítimas e nós também sofreremos com isso. Hoje, listamos para vocês, alguns animais cuja existência é de grande importância para a vida do ser humano. Confira!

1 - Abelhas

A grande maioria das pessoas enxergam as abelhas apenas de duas maneiras: as grandes responsáveis pela produção do mel e aqueles insetos chatos que vez ou outra que acabam nos picando. Acontece que, tanto uma como a outra, são visões bastante limitadas da importância que elas têm sobre o equilíbrio do nosso meio ambiente.

No mundo todo, as abelhas cumprem suas jornadas diárias transportando o pólen de flor em flor. A polinização é vital, pois é assim que parte da vida vegetal da Terra cresce. A vida sem as abelhas fazendo seu trabalho resultaria na falta de muitas plantas, flores, árvores e frutos.

Em muitos lugares do mundo, a população de abelhas diminuiu drasticamente, chegando a ter menos 80% em certas regiões, devido à atividade humana, às mudanças climáticas e ao uso de pesticidas.

2 - Plâncton

Apesar de serem minúsculos, os plânctons sustentam bilhões de animais marinhos, incluindo a baleia azul. Existem aproximadamente 50 mil espécies diferentes de plâncton e, além de servirem como alimento, esses organismos são a razão pela qual podemos respirar.

O fitoplâncton absorve energia do sol e nutrientes da água, ingredientes essenciais para a fotossíntese. Metade do oxigênio do mundo é resultado da fotossíntese do plâncton e a outra metade é produzido pelas algas, árvores em terra e outras plantas.

3 - Formigas

A ciência já descobriu cerca de 12 mil espécies de formigas ao redor do mundo. Podemos encontrá-las em quase todos os ecossistemas. Esses pequenos insetos no ajudam a criar e manter condições de solo adequadas para o crescimento das plantas.

Isso tudo acontece enquanto elas constroem seus gigantescos túneis debaixo da terra, arejando o solo. Por sua vez, tal atividade auxilia na decomposição, reciclando os nutrientes contidos no solo.

4 - Morcegos

Apesar de tudo o que se criou no imaginário popular a respeito dessas criaturas, os morcegos fazem muito bem para os humanos. Existem mais de 1.200 espécies destes animais por aí. Eles são a segunda maior ordem de mamíferos do mundo e são os únicos que podem voar.

Eles fazem um excelente trabalho no controle de insetos. Em muitos lugares do mundo, alguns mosquitos carregam doenças perigosas, como a malária e a dengue. Os morcegos podem comer até mil mosquitos por hora. No entanto, esses animais têm enfrentado atualmente a perda do seu habitat devido ao desmatamento, entre outras ações do homem.

5 - Rãs

As rãs servem como bioindicadores sobre a saúde de vários ecossistemas e servem como um alerta para que possamos agir em relação a isso. Suas peles absorvem substâncias do meio em que vivem, ou seja, quaisquer alterações na pele desses animais indicarão contaminação ou problemas presentes na área. Rãs habitam tanto ambientes aquáticos quanto terrestres, o que as faz ser as primeiros a reagir a quaisquer alterações que estejam acontecendo.

6 - Fungos

Existem mais de 144 mil espécies conhecidas no reino dos fungos e foram eles que permitiram que as plantas recebessem os nutrientes e a água do solo ao seu redor. Apesar das pessoas acreditarem que as plantas absorvem esses componentes por suas raízes diretamente, a verdade é que os fungos reúnem e entregam esses elementos do solo.

Alem disso, os fungos também auxiliam na reciclagem dos nutrientes da natureza. Eles ajudam na decomposição de restos de plantas e animais, assim devolvendo seus nutrientes à natureza, para que possam ser usados novamente.

7 - Peixes

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Exeter, na Inglaterra, os peixes podem ajudar a reduzir os impactos das mudanças climáticas com seus excrementos. Tal resíduo pode reduzir significativamente a acidez dos oceanos. Entretanto, com a pesca predatória, os peixes logo mais não conseguirão se reproduzir tão rapidamente quanto é necessário e aí os problemas que já são gigantescos, podem ficar ainda piores.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+