Curiosidades

Americano descobre cogumelos crescendo em suas veias

0

Recentemente, um americano de 30 anos injetou chá de cogumelos alucinógenos, em sua própria corrente sanguínea, para descobrir se os mesmos poderiam crescer em suas veias. O caso foi publicado pelo Journal of the Academy of Consultation-Liaison Psychiatry. De acordo com a revista especializada, o indivíduo, que é dependente de opióides, sofre de depressão e transtorno bipolar e havia abandonado a medicação prescrita, quando tentou se automedicar injetando a infusão.

Cogumelos

Para substituir a medicação que havia sido prescrita por médicos especializados, o sujeito resolveu pesquisar sobre os benefícios do uso de cogumelos para tratar transtornos psíquicos. Após uma longa varredura na Internet, o americano se deparou com os efeitos benéficos – e terapêuticos – da psilocibina, um psicodélico natural que é encontrado em mais de 200 espécies de cogumelos.

Em diversas pesquisas, o composto demonstrou ser eficaz contra a depressão e a ansiedade. No entanto, em todos os estudos, os cogumelos usados como medicamento, além de terem sido prescritos por um médico, são ingeridos em forma de cápsulas, e não de forma intravenosa.

Mesmo em posse de tais informações, o americano decidiu fazer um chá de cogumelos e injetar o líquido em si mesmo. Antes de aplicar a infusão, o sujeito “filtrou” o líquido com um cotonete. De acordo com publicações da imprensa internacional, dois dias depois de injetar o chá de cogumelos nas veias, o sujeito destaca que ele apresentou cansaço, passou a vomitar sangue e teve diarreia.

Pronto-socorro

Os médicos que atenderam o americano relataram que o indivíduo, assim que chegou ao hospital, não foi capaz de responder aos especialistas de forma coerente. Os médicos, após realizar alguns exames, descobriram que tanto o fígado quanto os rins não estavam funcionando corretamente.

Os testes revelaram também que o americano havia começado a apresentar falência de órgãos, pois os cogumelos estavam crescendo em suas veias. Ao todo, o americano passou 22 dias internado, sendo 8 deles na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Enquanto esteve sob cuidados médicos, o indivíduo precisou ser tratado com antibióticos e antifúngicos para combater a infecção bacteriana e fúngica.

Felizmente, o americano conseguiu se recuperar.

Tratamentos com cogumelos

De acordo com uma pesquisa publicada em novembro do ano passado no periódico Jama Psyquiatry, a psilocibina, uma substância encontrada em um tipo de cogumelo alucinógeno, mostrou-se ser altamente eficaz no tratamento da depressão e outros transtornos psíquicos.

Segundos os envolvidos na pesquisa, a substância, ao ser administrada juntamente com sessões de psicoterapia, desencadeou uma série de efeitos antidepressivos.

“Os efeitos relatados neste estudo foram aproximadamente 2,5 vezes maiores do que os encontrados apenas com a psicoterapia e mais de 4 vezes maiores do que os encontrados em estudos de tratamento de depressão psicofarmacológica”, escreveram os autores.

Além disso, o estudo revelou também que a psilocibina possui um baixo potencial para dependência, bem como um mínimo de eventos adversos. Ambos fatores sugerem, portanto, novas vantagens terapêuticas e com menos risco de ocasionar problemas em relação a outros medicamentos, como, por exemplo, a cetamina.

Em relação ao número de pessoas que participaram do estudo, 71% dos participantes mostraram uma resposta clinicamente significativa em um mês de acompanhamento. A psilocibina, tanto neste como em outros estudos já realizados, foi ministrada em cápsulas e, em todos os momentos, a uso da substância foi acompanhada por médicos.

Como estão 7 top models dos anos 1990 hoje em dia

Matéria anterior

Entenda o golpe militar que assola Mianmar, país do sudeste da Ásia

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar