Curiosidades

No sonho, daltônicos enxergam cores que não conseguem ver acordados?

0

Os daltônicos são pessoas que não conseguem enxergar todas as cores que existem no mundo. Sendo assim, as pessoas pode achar que é possível atravessar essa fronteira no descontrolado ambiente de um sonho. Todavia, não é bem assim que funciona e nesse post vamos explicar o motivo.

Fonte: Tudo sobre a visão

Se não vi, não sonhei 

Basicamente, as retinas dos nossos olhos possuem células sensíveis chamadas cones. Graças a elas, conseguimos detectar comprimentos de ondas luminosas do espectro de três cores: vermelho, azul e verde. Sendo assim, com apenas esse trio de pilares, montamos as imagens coloridas sobre o mundo.

No entanto, algumas pessoas nascem com uma deficiência hereditária nesses cones, o que ocasiona o daltonismo. Portanto, os daltônicos podem passar por confusões na hora de diferenciar certos tons. A propósito, vale lembrar que esses sujeitos não veem uma grande mancha preta em um objeto vermelho, verde ou azul. Pelo contrário, eles enxergam que ali há uma cor, porém em um tom mais amarronzado e sem muita vida.

Dessa forma, há cores que os daltônicos nunca viram em toda a sua vida. Com isso, as referências visuais deles são diferentes das maiorias das pessoas. Logo, seus cérebros nunca processaram alguns tons e não vai ser no sonho que isso vai mudar.

Fonte: Matheus Bertelli

Portanto, segundo relatos dos próprios daltônicos, a maneira como eles enxergam no sonho é a mesma perspectiva de quando estão despertos. Ou seja, pessoas com daltonismo não detectam cores que elas não detectam acordados.

Os pássaros nos veem como daltônicos?

Em síntese, se os pássaros pudessem criar juízos e falar, eles iriam nos chamar de daltônicos. Isso porque o ser humano não enxerga um espectro de cores que eles detectam: as cores ultravioleta. Infelizmente, ninguém tem um cone extra na retina que permita absorver esses cumprimentos de onda, logo, é impossível à humanidade notar que um objeto tem uma coloração ultravioleta.

Assim, também não é possível que nossos sonhos tenham esses tons em suas paletas. Por outro lado, os pássaros veem com nitidez essas cores, logo, os sonhos de um rouxinol podem sim ter uma outra passarinha com belos olhos ultravioletas, por exemplo.

Inclusive, é por isso que os pássaros enxergam melhor em meio às folhagens do que a gente. Afinal, toda perspectiva visual para eles tem mais vivacidade do que a nossa, então, é mais fácil encontrar espaço em meio às volumosas folhagens de algumas copas de árvore.

Fonte: Mehmet Turgut Kirkgoz

Esse passo evolutivo as aves ainda não deram!

Ok, os pássaros podem até ganhar da gente em um concurso de quem faz a melhor aquarela, no entanto, a nossa medicina tem conseguido feitos inigualáveis no campo da visão. A prova disso aconteceu ainda em 2022.

Na Universidade de Utah, nos Estados Unidos, cientistas conseguiram reviver células dos olhos de uma pessoa que já estava morta. Tratava-se de cones e bastonetes, justamente as estruturas responsáveis pode detectar as luzes do mundo.

Dessa forma, o estudo mostrou que é possível manter os neurônios ativos  mesmo após a morte do indivíduo. Durante o teste, as unidades celulares dos olhos responderam aos estímulos da pesquisa, e ainda por cima, mantiveram comunicação entre si. Essa é a primeira vez que uma atividade do tipo é registrada em alguém que já faleceu.

Fonte: Dráuzio Varela

Para o estudo, os pesquisadores usaram uma técnica que leva nutrientes e oxigênio para as células do olhos. Sendo assim, com alimento e respirando, os cones e bastonetes começaram a cumprir suas funções conforme recebiam a demanda artificial.

Nesse sentido, os estudiosos viram que há sim uma forma de manter essas células funcionando depois do óbito. Todavia, a equipe destaca que ainda há muito o que percorrer no que se refere à retomada da visão por meio de transplante. Afinal, a sobrevida das células dos olhos durou apenas cinco horas após a morte.

Fonte: Super Interessante.

Sucesso depende mais da origem que do talento, segundo a ciência

Matéria anterior

Luísa Sonza diz que não quer mais dar chance para ‘feios’ e fãs relembram Whindersson e Vitão

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos