Nos dias atuais, a busca por um estilo de vida mais saudável e hábitos alimentares positivos é o que a maioria das pessoas está querendo hoje em dia. Aumentar a expectativa de vida e se preocupar com o 'como' viverá os anos seguintes é quase regra atualmente.

E nesses tempos onde todo mundo procura a saúde, ou pelo menos tenta, parece não existir mais lugar para aquelas dietas loucas, mas infelizmente não é assim. Não há quem não queira um ganho muito grande com um esforço mínimo, mas qualquer que seja o esforço, ele não funcionará desse jeito.

Por mais que existam vários debates a respeito de qual é o melhor tipo de dieta para a perda de peso e melhor saúde, geralmente o maior desafio não é a perda de peso. Mas sim evitar que a pessoa recupere o peso mais para frente.

Isso pode levar a ciclos de perda e ganho de peso, a chamada dieta iôiô. E pode fazer com que as pessoas tenham uma relação menos saudável com os alimentos e uma saúde mental ruim e um maior peso corporal.

Dieta

Publicidade
continue a leitura

Uma dieta que recentemente ganhou popularidade online foi a chamada "dieta reversa". Ela é um plano alimentar pós-dieta que diz que pode ajudar a pessoa a evitar o ganho de peso comendo mais. Ou seja, ela é uma forma controlada e gradual de ir de um plano alimentar de baixa caloria para perder peso e voltar para uma  forma de alimentação pré-dieta "normal".

A ideia geral da dieta reversa é o aumento de forma gradual da ingestão de calorias depois de um déficit. Isso irá permitir que o corpo e o metabolismo da pessoa se ajustem para que ela consiga evitar o ganho de peso enquanto come mais. Entretanto, não existem evidências científicas que mostram que essa dieta funciona como seus defensores afirmam.

A teoria que a dieta reversa se  baseia é na de que o corpo tem os "pontos de ajuste" básicos para o metabolismo e a ingestão de calorias programadas na biologia humana. E se alguém passa desses pontos a pessoa, normalmente, ganha peso.

A ideia da dieta reversa é que ela pode deslocar esses "pontos fixos" para cima, se uma pessoa aumentar de forma lenta a quantidade de calorias que ela ingere como alimento. Em teoria, isso impulsionaria o metabolismo e permitiria que a pessoa consumisse mais alimentos e calorias sem ganhar peso.

Publicidade
continue a leitura

Mas essa ideia de que as pessoas tem um "ponto fixo" que se pode manipular com mudanças na dieta não é apoiada por pesquisas. A razão principal  para isso é porque vários fatores influenciam no peso e metabolismo e em como ele muda. Alguns deles são a forma como a pessoa foi criada, que alimentos ela tem acesso, que tipo de exercício ela faz e a própria genética.

Taxa metabólica

E a influência mais importante sobre como o corpo usa calorias, o que quer dizer o peso de uma pessoa, é a taxa metabólica de repouso. Ela é a quantidade de calorias que o corpo precisa para se manter vivo. Isso é responsável por aproximadamente entre 60 e 70% das calorias que a pessoa usa diariamente.

Publicidade
continue a leitura

A taxa metabólica basal de alguém é determinada, principalmente, pela idade, peso, sexo e massa muscular. A dieta de uma pessoa tem pouco efeito sobre essa taxa. Comer na taxa metabólica basal ou abaixo dela vai ter a perda de peso como resultado. E comer acimas dela, o ganho de peso.

Essa taxa também aumenta conforme a pessoa ganha peso ou massa muscular. E diminui quando se perde peso ou massa muscular. Os exercícios também aumentam a quantidade de calorias que a pessoa usa. Mas normalmente não é um aumento suficiente para afetar o peso de uma forma enorme.

E por mais que uma dieta rica em proteína possa mudar um pouco a taxa metabólica, o peso corporal de uma pessoa e a massa muscular têm um efeito maior sobre ela. Então, a dieta reversa só parece funcionar no controle da ingestão de calorias.

Atualmente, não existem evidências que alguém consiga mudar seu metabolismo ou taxa metabólica colocando mais calorias de maneira lenta e gradual. Em outras palavras, se uma pessoa comer mais calorias do que o corpo precisa ela ganhará peso.

O que se sabe é que alguns hábitos, como por exemplo, comer regularmente  café da manhã e fazer exercícios ajudam as pessoas a evitar o ganho de peso depois de fazerem uma dieta.

Publicado em: 28/08/20 15h32