• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 verdades cruéis que todos nós enfrentamos

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      14/02/19 às 18h12

Quando somos crianças, parece que a vida é algo muito mais fácil de lidar. E de fato é. Afinal, nossos pais lidam com a maioria dos problemas e com as verdades que teremos que lidar e encarar um dia quando virarmos adultos. Mas existem coisas maravilhosas também que acontecem no meio desse processo, e no final de tudo isso, vem a maturidade.

Ninguém é obrigado a nos arrastar por aí e nem somos obrigados a carregar nas costas, a responsabilidade que compete aos demais. Muitas vezes, nos vemos apenas em nossa própria companhia e está tudo bem. E sim, existem diversas pessoas lá fora que são melhores do que nós em muitas coisas, mas isso não nos faz inferiores.

Pensando nisso, hoje, preparamos para vocês, uma lista com algumas verdades que temos que encarar e que muitos de nós muitas vezes prefere fugir de aceitar. Confira!

1 - Se sacrificar pelos outros é algo que não faz sentido

Muitas pessoas acabam dedicando toda sua vida para ajudar ou satisfazer as vontades de outras pessoas. Muitas vezes, colocando a si mesmas em segundo plano. Não é nem preciso dizer que isso não funciona bem, não é mesmo? Acontece que há grandes chances da pessoa não se sentir valorizada por suas ações e acabar se frustrando, entrando em um ciclo de insatisfações, que resultam em diversos conflitos.

2 - Nenhum de nós terá um monumento no trabalho

Muitas pessoas se dedicam tanto a seu trabalho que acabam se sobrecarregando, esperando, muitas vezes, um certo tipo de reconhecimento que nunca chegará. Um dia, elas se darão conta de algo: enquanto elas se matam para trabalhar, outras pessoas estarão se divertindo por aí ou passando seu tempo nas redes sociais ou tomando uma xícara de café. Não dá pra viver a vida esperando que seu chefe elogie tudo o que você faz, como se estivesse no jardim de infância.

3 - A aparência importa

Obviamente que aquilo as nossas roupas expressam ou a cor dos nossos cabelos, por exemplo, não definem quem somos. No entanto, as pessoas ainda julgam muito a aparência das pessoas. Numa entrevista de emprego, muito provavelmente, você não será avaliado apenas por suas habilidades profissionais, mas também por sua aparência. Bem como por sua capacidade de se comunicar com os demais.

Num encontro, uma pessoa mais bem arrumada e autoconfiante, provavelmente, terá muito mais chances de sucesso em sua conquista do que uma pessoa mais desleixada, visualmente dizendo.

4 - Ser uma boa pessoa não é uma profissão

As pessoas costumam contar com a compaixão dos outros. Ou que elas ao menos tenham empatia pelo o que elas estão passando. Mas a verdade é que, muitas vezes, não importa se sua mãe está doente e você tem três filhos para cuidar e ainda está com a hipoteca atrasada, você ainda assim terá que dar aquilo que seus chefes esperam de você.

Seus resultados na empresa são muito mais importantes para eles do que qualquer coisa. Caso seu desempenho caia, esteja preparado para ser facilmente substituído por alguém mais eficiente e que não possua "tantos problemas". Por outro lado, é impossível não fazer uma correlação deste item com o item número dois desta lista. Pense nisso.

5 - Nem sempre nossos pais estão certos

Conforme vamos crescendo e amadurecendo, vamos percebendo que nosso pais são pessoas comuns. Que erram e acertam. E nem sempre tudo o que eles dizem é uma verdade suprema. Além do que, eles também podem ter cometido diversos "erros" durante nossa criação e está tudo bem. Afinal, os bebês não vêm com manual de instruções. E lembre-se, caso você tenha filhos, mais cedo ou mais tarde, eles também podem ficar um pouco desapontados com você.

6 - Nos sempre teremos algo a aprender

Tudo está se desenvolvendo tão rápido que muitas das profissões que estamos acostumados a ver hoje em dia podem nem existir mais em 10 ou 15 anos. Isso significa que devemos sempre estar atentos e prontos para dominarmos novas atividades, ou constantemente ir melhorando algumas habilidades naquilo para se tornar um especialista da indústria.

7 - O que você é agora é fruto de suas escolhas

A única pessoa responsável por suas ações é você mesmo. Se você não aprendeu um outro idioma, por exemplo, é porque você talvez ainda não tenha tentado ou se dedicado o suficiente para isso. Ninguém é culpado por você não ter se formado, se não teve coragem de se mudar para outra cidade e agarrar aquela grande oportunidade ou ainda se casou "porque era necessário".

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+