CuriosidadesNatureza

Duas elefantas atravessam a fronteira entre Argentina e Brasil

0

Calma, as elefantas não estão soltas na fronteira incomodando muita gente. Na verdade, elas estão se deslocando para um santuário de elefantes em Chapada dos Guimarães, cidade do Mato Grosso. A polícia federal está escoltando o comboio e a expectativa é de que estes animais tenham mais espaço para viverem de forma saudável no novo lar.

Fonte: Ecoparque Mendoza

Carga pesada

A princípio, as duas mamíferas estavam no Ecoparque Mendoza, na Argentina. Lá, elas tinham pouco espaço para se moverem, por conta do tamanho reduzido do lugar. Sendo assim, os cuidadores acharam melhor transferir os animais para o Santuário de Elefantes Brasil, no Mato Grosso. Quem pensa em visitar os animais em seus novos lares pode tirar o elefantinho da chuva, pois o lugar não é aberto ao público.

A propósito, a viagem das mamíferas é longa e difícil. Por isso, antes de iniciar o trajeto no dia 7 de maio, as elefantas passaram por uma série de treinos. Um deles é a entrada na caixa de transporte, a fim de permitir que os animais se acostumem a esse ambiente em que ficarão até quinta-feira (12).

De acordo com o biólogo Daniel Moura, que dirige o santuário, a transferência requisita atenção para que haja uma boa adaptação das elefantas à vida na estrada. Além disso, a burocracia para realizar essa mudança envolve uma papelada enorme. Inclusive, após anos de desenrolo, somente no dia 26 de abril o santuário recebeu a Licença Cites de Exportação, o último documento necessário para ocorrer a viagem.

Fonte: PMFI

“Sabemos que esse processo demora, porque existe todo um comprometimento para que isso seja feito da melhor maneira possível. E eles chegaram à conclusão de que o único local para enviar os elefantes seria o santuário. Então, todas aquelas expectativas de altos e baixos que apareceram no meio do caminho estão se realizando agora da melhor maneira possível”, explica Daniel.

Aliás, durante a delicada travessia entre Paraná, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, a Polícia Rodoviária Federal está fazendo a escolta dos veículos de transporte.

Recepção calorosa

Em Chapada dos Guimarães, a chegada das elefantas criou muita espera na equipe do santuário. Segundo Daniel: “Sabemos que existem muitos obstáculos a serem superados. Mas a gente tem a expectativa de que vai ser o melhor possível, pensando em tudo o que o santuário e sua equipe têm a oferecer”.

A propósito, para a elefanta Pocha, essa não é a primeira viagem entre países. Nascida na Alemanha em 1967, ela foi transferida para a Argentina com apenas 1 ano de idade, em 1968. Na terra do tango, Pocha procriou e deu vida à Guilhermina, que hoje tem 22 anos de idade.

Fonte: Harvey Sapir

Basicamente, a expectativa de vida desses animais é de 70 anos. Ou seja, a mãe e a filha vão ter bons anos pela frente no Santuário de Elefantes Brasil. Este se trata de uma organização civil sem fins de lucro, que resgata mamíferos deste tipo que estavam em cativeiro e lhes dá uma vida mais digna.

Santuário de Elefantes Brasil

O santuário tem o apoio de duas organizações internacionais de defesa e estudo desses elefantes: a ElephantVoices e a Global Sanctuary for Elephants. Atualmente, o espaço abriga cinco residentes: Mara, Rana, Lady, Maia e Bambi, todas elefantas que ficaram décadas sofrendo em circos.

Segundo a página oficial da instituição, a escolha do Brasil para hospedar o projeto se deu por conta de seus cursos d’água intocados e vegetação exuberante. Essa condições permitem que os animais assistidos possam ficar soltos até mesmo durante o inverno, sem a necessidade de levantar galpões com sistemas de aquecimento.

Fonte: Santuário Brasil de Elefantes

Também está entre as motivações o fato da América do Sul começar a proibir o uso de elefantes em apresentações de circos, por exemplo. Com isso, surgiu uma enorme preocupação quanto ao que aconteceria com os mamíferos que estavam nas posse dos donos desses espetáculos. Na intenção de evitar que eles fiquem sem lar ou sejam sacrificados, nasceu o Santuário de Elefantes Brasil.

Fonte: G1, R7, Elefantes Brasil.

Whindersson Nunes canta ‘Baby shark’ para criança que chorava na plateia durante seu show

Matéria anterior

Mulher encontra busto de mais de 2 mil anos em brechó no Texas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications