Ciência e TecnologiaCompartilhando coisa boa

Impressora 3D faz prótese de bico para tucano

0

Quando se fala no tucano, a primeira coisa que vem à mente é o seu chamativo bico. Além de bonita, a estrutura tem importância ímpar na alimentação dessa ave. Logo,  qualquer problema nessa proeminência pode gerar sérios riscos à sobrevivência do animal.

Sabendo disso, o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras) do Instituto de Meio Ambiente do Mato Grosso do Sul (Imasul) usou as modernas impressoras 3Ds para dar uma nova vida a um tucano resgatado. O bicho estava com a parte superior do bico quebrada, então os cuidadores imprimiram uma prótese ideal para contornar o dano.

Fonte: Imasul

Do resgate até a prótese

A princípio, a ave em questão chegou bem jovem à instituição que fica em Campo Grande (MS). Logo de cara, os profissionais locais perceberam que ele estava sem metade da parte superior de seu longo bico. Como resultado disso, o animal apresentava sérias dificuldades para se alimentar, ainda mais se tratando de uma dieta repleta de frutas.

Por isso, os funcionários do Cras esperaram o tucano chegar na fase adulta para lançar mão de uma prótese feita em impressora 3D. Em suma, a espera se deu pelo fato do crescimento do bicho tornar desproporcional os bicos artificiais que ele recebesse.

Portanto, agora que a taxa de crescimento estabilizou, é possível produzir uma ferramenta sintonizada com o tamanho e o peso do animal. Para isso, a equipe extraiu uma imagem de tomografia da ave e utilizou como modelo na impressora 3D.

A propósito, a nova estrutura, vista de fora, não tem as mesmas características estéticas da proeminência natural. Pelo contrário, a impressão trouxe um bico verde, o qual o tucano já está usando.

Fonte: Imasul

Que bico grande você tem…

Algumas pessoas podem se perguntar qual a necessidade de um bico tão grande na face desse bicho. Até porque, a “lança” deste animal costuma alcançar um comprimento que equivale à metade do corpo dele. Parece um exagero, mas sem esse excesso, dificilmente você veria um tucano pousando em um pé de mamão durante um fim de tarde, visto que a espécie já teria sido extinta.

Em primeiro lugar, essa estrutura auxilia bastante esse animal no cumprimento de sua dieta. Além de capturar frutas e sementes, a peça lhe permite se alimentar de insetos e ovos de ninhos de outras aves. Sim, apesar de bonito, o tucano pode acabar com toda a prole de uma outra ave.

Outra atribuição da proeminência é na comunicação, tanto no ódio quanto no amor. Afinal, o bico pode ser útil na intimidação a outras aves e na atração de fêmeas. Inclusive, há uma diferença no tamanho dessa ferramenta em decorrência do sexo, pois os machos possuem bicos sutilmente maiores.

Por fim, uma função pouco conhecida do bico é a regulação da temperatura corporal. Quando a temperatura está baixa, os vasos sanguíneos dessa estrutura se contraem, o que diminui a perda de calor. Por outro lado, em dias quentes, esses vasos se dilatam, justamente para permitir uma maior transferência de calor do tucano para o ambiente.

Fonte: Escola Kids

A vida dos tucanos

Basicamente, a América do Sul hospeda 34 espécies desse animal. Sendo assim, as vertentes mais comuns são a do tucano-toco, que vive até 16 anos, a do tucano bico-verde e a do tucano grande-bico-de-papo-branco, ambas podendo chegar aos 40 anos de vida.

Além disso, um fato curioso é que à tradicional coloração preta das penas do bicho misturam-se outras penugens de cores, como vermelho, verde, azul e amarelo. Os filhotes nascem sem penas nos ocos das árvores, e podem ficar ate 52 dias aos cuidados de sua mãe. Esta tem por hábito botar de dois a quatro ovos.

Fonte: Metrópoles, Diário do Grande ABC.

Megan Fox fala sobre ritual de sangue com o noivo

Matéria anterior

Reality show testa a confiança entre amigos quando o assunto é amor

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications