Ciência e TecnologiaCuriosidades

Nem coração de crush é tão frio quanto essa semana!

0

A gente espera pelo nosso aniversário só para ver a mensagem de felicitação da (do) crush, e a pessoa manda um simples “parabéns, felicidades!”. É muita frieza na alma, mas nada comparado ao frio que fará no Brasil nesse meio do mês de maio.

Em síntese, as temperaturas vão ficar abaixo de 10ºC na maior parte do Centro-Sul do país. No resto do território, a previsão é de termômetros marcando abaixo de 20ºC. Além disso, há a possibilidade de neves e geadas em locais que não costumam hospedar esses eventos.

Fonte: Shutterstock

Tá frio aí? Aqui tá frio! 

A princípio, todos já estamos acostumados com o frio que o mês de maio faz. Porém, dessa vez essa tradição vai ter uma pitada de intensidade maior, isso porque o Brasil está recebendo uma forte massa de ar polar.

Estes bolsões se formam nas condições meteorológicas de outro lugar e se propagam pelo mundo pela atmosfera. No caso das massas de ar polares, a produção desse fenômeno ocorre nas zonas mais frias do planeta, onde as temperaturas costumam ficar abaixo de zero.

Nesse sentido, esses bolsões podem se estruturar tanto na terra quanto no mar. No caso da Massa Polar Atlântica, que costuma passar por aqui durante essa época, ela se eleva a partir das águas polares, tendo um aspecto mais úmido. Por isso, quando esse volume de ar se desloca, ele gera frio e chuvas frontais, as quais são frutos do encontro de uma massa de ar frio com uma massa de ar quente.

Fonte: Tropical Tidbits

Além disso, em 2022, um ciclone extratropical se manifesta nos rios da região sul do país. Com isso, ainda mais umidade é despejada nos bolsões atmosféricos, o que facilita a ocorrência de neves e chuvas congelantes.

No entanto, antes de falar desses eventos, vale mencionar as previsões para as temperaturas nas várias regiões do Brasil. Basicamente, as temperaturas vão chegar perto de 0ºC em capitais como Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Campo Grande, Brasília, Goiânia e até mesmo Cuiabá.

Da mesma forma, a região norte, que fica na sempre quente zona equatorial, também vai demandar a retirada de agasalhos do guarda-roupa. Afinal, cidades mais a oeste, como Rio Branco, Porto Velho e Palmas, podem registrar termômetros abaixo de 20ºC, algo incomum na região.

Nevou!

A combinação de umidade e frio é o cenário perfeito para a formação desse item indispensável em filmes de natal. Em síntese, a neve é produzida dentro das nuvens, as quais são mais volumosas em tempos úmidos.

Em seguida, para essa formação, é preciso que a neve tenha um ambiente de descida abaixo de zero graus. Nesse sentido, isso é possível em algumas partes da região sul do Brasil. Por isso, alguns turistas costumam se dirigir a esses lugares para admirarem essa precipitação diferente das tradicionais chuvas. Neste ano, os “points” mais prováveis são na Serra Gaúcha e na região central de Santa Catarina.

Fonte: Flávio Miguel

Por lá, também deve ocorrer a chuva congelante, ou seja, aquela precipitação em que a água congela ao tocar a superfície. “Quando ocorre uma chuva congelante, você vê as gotas caindo, mas olha as pessoas na rua e as pessoas não se ‘molham’, porque a gota congela quando toca a superfície”, explica ao G1 o meteorologista César Soares. A propósito, esse fenômeno pode gerar problemas a carros, aviões e redes elétricas.

Por fim, um evento mais “acessível” a outros estados são as geadas, também eminentes de ocorrerem nessa semana. Com a umidade elevada e uma temperatura congelante, as superfícies começam a apresentar uma espécie de crosta de gelo. Este caso tende a acontecer em toda a região sul, em São Paulo, no Mato Grosso do Sul e no sul de Minas Gerais.

Fonte: G1.

Menino marceneiro de 12 anos sorteou tigela e arrecadou R$1,5 milhão

Matéria anterior

Thais Carla rebate critica de enfermeira sobre obesidade

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos