Notícias

Restaurante flutuante de Hong Kong afunda no mar

0

O famoso restaurante flutuante Jumbo, que era uma antiga atração turística de Hong Kong, não pode ser mais visitado por pessoas que querem conhecê-lo. Isso porque ele afundou no mar da China Meridional (sul) apenas uma semana depois de deixar o centro financeiro internacional, segundo a empresa proprietária na última segunda-feira (20).

Assim, o restaurante era algo realmente incrível, com 76 metros de comprimento e uma capacidade para 2.300 convidados. Ele virou próximo das ilhas Paracel no último domingo (19) depois de “encontrar condições adversas”. Então, a água começou a tomar conta, de acordo com informações do grupo Aberdeen Restaurante Enterprises, em comunicado.

“A profundidade da água no local é de cerca de 1.000 metros, o que torna extremamente difícil realizar o trabalho de resgate”, informou a empresa, afirmando que estava “muito triste com o incidente” em que nenhum dos tripulantes ficou ferido.

Desse modo, o restaurante icônico que foi projetado como um palácio imperial chinês já até apareceu em diversos filmes de Hollywood. Além disso, o restaurante já recebeu pessoas ilustres, como a rainha Elizabeth II e o ator Tom Cruise. Acredita-se que mais de 3 milhões de pessoas já foram clientes.

Restaurante icônico afunda

restaurante Jumbo

Reprodução/Twitter

Porém, o Jumbo fechou ainda em março de 2020 por conta da pandemia de Covid-19. Essa teria sido a gota d’água após uma década de prejuízos acumulados no valor de US$ 12,7 milhões.

Já seus últimos operadores, Melco International Development, anunciaram no mês passado que, por conta do vencimento da sua licença, o restaurante deixaria Hong Kong e aguardaria um novo operador. No entanto, esse local não foi especificado.

A Aberdeen Restaurant Enterprises disse que o Jumbo encontrou condições climáticas desfavoráveis enquanto se transportava pelas ilhas Xisha, no sábado (18). Então, quando a água invadiu o restaurante, a embarcação inclinou até que afundou.

Por sorte, ninguém saiu ferido do episódio. Assim, por ter afundado numa região profunda, a companhia responsável disse que tentativas de resgatar a embarcação seriam “extremamente difíceis”.

“A profundidade da água no local é superior a 1.000 metros, tornando extremamente difícil realizar trabalhos de resgate”, informaram.

A queda

Desse modo, inaugurou-se o restaurante em 1976 e saiu de Hong Kong na terça-feira (14). Os moradores da cidade ficaram apenas com a nostalgia e o pesar. Enquanto isso, o centro internacional de negócios está ameaçado pela gestão restritiva da pandemia, assim como pela repressão à dissidência sobre medidas restritivas.

De acordo com os arquitetos locais, a estética do restaurante tem um contexto histórico importante. Isso porque o Jumbo foi construído numa época em que a China estava tentando se desvencilhar do período imperial, durante a Revolução Cultural.

Contudo, o estabelecimento estava sofrendo problemas financeiros desde 2013, por conta da diminuição da população pesqueira no porto sul da ilha.

No início de 2020, o restaurante fechou as portas até segunda ordem por conta do prejuízo acima de 13 milhões de dólares. Assim, embora se apresentou muitas propostas para salvar o Jumbo, o alto custo de manutenção fez com que os investidores não embarcassem no projeto. Até o governo de Hong Kong cogitou a possibilidade, mas descartou a salvação do Jumbo.

Pessoas lamentam a perda

“Castelo em movimento: o icônico restaurante flutuante Jumbo Kingdom se despede de Hong Kong, sua casa por quase meio século”, escreveu um perfil no Twitter quando o navio saiu de Kong Kong.

Alguns internautas até levantam a hipótese de que o restaurante afundou de forma proposital, por motivos próprios dos proprietários, que estavam sem um novo comprador e cheios de dívidas.

“Eles não tinham um comprador, não tinham fundos para operá-lo por muito tempo e não tinham onde estacioná-lo. Economicamente, seu naufrágio é provavelmente o melhor resultado para os proprietários,” escreveu uma pessoa.

Fonte: R7

Família do Canadá não utiliza papel higiênico há quatro anos

Matéria anterior

Elefante que pisoteou uma mulher também destruiu casa e matou as cabras dela

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos