Curiosidades

Veja como espantar o cansaço com uma alimentação correta

0

Todos nós sabemos sobre a importância de fazer exercícios físicos constantemente. Isso porque a prática deles produz melhorias, não somente estéticas, como também condicionamento para o praticante. Especialistas recomendam ao menos uma caminhada por dia, pois isso aumenta a produção de endorfinas, diminui a tensão muscular e abaixa o hormônio do estresse.

E é comum que as pessoas que praticam atividades físicas fiquem cansados, desanimados e sem vontade nenhuma de ir fazer o treino. E mesmo sendo uma pessoa que faz exercícios regularmente, é possível que a pessoa tenha queda no desempenho e fadiga muscular. E o cansaço faz com que tudo aquilo que era pra ser prazeroso vire um verdadeiro pesadelo.

Cansaço

Geralmente esse cansaço tem um motivo, uma dieta errada. Na visão da nutricionista Patrícia Bertolucci, essa falta de vitalidade nos treinos está relacionado com a quantidade de carboidratos que a pessoa ingere.

“Esse nutriente é responsável por gerar energia para o trabalho muscular e evita quedas de açúcar no sangue. Treinar em jejum gera um prejuízo grande no desempenho do atleta, além de causar fraqueza e tontura”, explicou.

E não somente antes da prática de exercício que essa recomendação vale. Ela é válida também para depois do exercício. “É necessário reabastecer as reservas de glicogênio gastas com o exercício, por isso é fundamental ingerir carboidratos na primeira hora pós-atividade física, para que o corredor obtenha uma melhor recuperação e não se sinta cansado no restante do dia”, pontuou.

Para ter esse benefício é melhor escolher os alimentos que tem um alto nível glicêmico, que são digeridos mais rápido e por conta disso são transformados em glicose mais rápido no corpo. Então depois do treino comer pão, mel, cereais e acrescentar proteínas para que elas reparem as fibras musculares é bem recomendável.

Além disso, Patrícia lembra que uma deficiência de vitaminas do complexo B e uma pouca ingestão de alimentos ricos em ferro diminuem o vigor do atleta. “Indico aos corredores vegetais verde-escuros, carne, feijão e leguminosas em geral, pois ajudarão no sistema de produção de energia pelo organismo e na produção de hemoglobina, a molécula que carrega o oxigênio para os músculos. Se esses mecanismos não estiverem funcionando bem, o cansaço aparece rapidamente”, concluiu.

Alimentos certos

Claro que para recuperar as forças não adianta qualquer alimento. Por exemplo, não adianta se “recuperar” com um copo gigante de refrigerante e uma porção de batata-frita. O raciocínio é bastante simples. Quanto mais espaço para os alimentos que são considerados como “errados”, menos sobrará para os “bons”.

Exagerar nos doces, frituras ou bebidas alcoólicas aumenta a produção de radicais livres. “Inclua alimentos antioxidantes, que ajudarão a ‘varrer’ essas substâncias do corpo”, explica Priscila Di Ciero, pós-graduada em nutrição esportiva funcional. É recomendável comer no dia-a-dia brócolis, uva, tomates, espinafre e até um chocolate.

Comer esses alimentos errados também faz com que haja um desequilíbrio de nutrientes no corpo. Os doces, por exemplo, criam um círculo vicioso e bem prejudicial à saúde. “O açúcar cai no sangue, fazendo com que o corpo libere mais insulina para levar o excesso para dentro das células”, apontou Priscilla.

E em pouco tempo depois o sangue fica carente de açúcar porque tudo foi levado para as células. Com isso, a glicemia fica descontrolada e surge mais vontade de comer doce.

Outra coisa importante para combater o cansaço é o consumo de água. De acordo com o Colégio Americano de Medicina do Esporte, é indicado tomar aproximadamente 500 mL de água duas horas antes do exercício. Isso vai ajudar a diminuir o cansaço.

O que acontece quando tomamos café no começo da manhã?

Matéria anterior

Qual foi o pior ano da história?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.